Entrevista com a autora parceira Lilian Farias

   


 Lilian Farias é autora dos livros O Céu Está Logo Ali e Mulheres Que Não Sabem Chorar. Em seus livros ela aborda temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. A escritora mantém um blog literário e está sempre bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. É defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Ela adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito.





  Lilian é a nossa nova escritora parceira e para oficializar esse parceria fizemos uma entrevista com ela sobre seu livro O céu é logo ali. Obrigada pela atenção. A equipe lhe deseja  muito sucesso.

1) Quem foi a primeira pessoa a ler sua obra?

Renê Moura, meu companheiro.

2) Em que foi inspirada sua estória?

No vida, no pensamento biocêntrico

3) E os personagens? Algum inspirado em alguém real?

Sempre parte do real, na maioria, mulheres. Pessoas do meu dia a dia. 

4) A quem você dedica essa obra?

A mim.

5) Defina seu livro em uma frase/palavra.

Transcendência. 

6) Pretende lançar um segundo livro? Se sim, esse seria uma continuação do "O céu é logo ali" ?

Dia 09/04 vou relançar o livro Mulheres que não sabem chorar, mas não é continuação. 

7) Agora, para todos conhecerem um pouco mais sobre você. Qual seu autor (a) favorito (a)?

Sou autora dos livros O Céu é Logo Ali, Mulheres Que Não Sabem Chorar e Desconectada. Em meus livros abordo temas como sexualidade, liberdade, amor, preconceito, homossexualidade, violência sexual e alcoolismo. Tenho um blog literário e tento estar bem informada sobre questões sociais que acontecem em nosso país. Sou defensora da tese de que todos são diferentes e merecem ser tratados com equidade. Adora escrever sobre temas que incomodam e diz não ter medo do preconceito. 

Não sei dizer meu autor ou autora favorito, mas tem alguns que aprecio enquanto leitora e escritora. Clarissa Pinkola Estes, Chimamanda, Elisa Lispector, Clarice Lispector, Nelson Rodrigues, Rolando Toro, Teresa Cárdenas, Conceição Evaristo, Jorge Amado, Simone de Beauvoir, Virginia Woolf; Florbela Espanca; Hilda Hilst; Cassandra Rios, Magali Polida, Elisa Lucinda, Eduardo Galeano, enfim, são muitos... esses foram os que lembrei.

8) Quando você começou a escrever, já pensava em seguir a carreira?

Não, escrevia e rasgava, queimava...

9) Além de escrever, o que mais gosta de fazer?

Ser Educadora. 

10) Diga-nos um fato sobre você.

Deixo aqui o trecho de um livro que aprecio bastante

"Fico perplexa com o fato de as mulheres hoje em dia chorarem tão pouco e, quando o fazem procuram justificativas. Fico preocupada quando a vergonha ou desabito começam a eliminar uma função natural. Ser uma árvore florida e estar cheia de seiva é essencial, senão você pode se quebrar. Chorar faz bem, e é certo. Chorar não cura o dilema, mas permite que o processo continue em vez de entrar em colapso."

(Clarissa Pinkola Estes, trecho do livro Mulheres que correm com os lobos)

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.