Resenha literária: Dexter - série


     Os livros da série Dexter deram origem a Série televisiva Dexter que diverge muito com a estória criada por Jeff Lindsay, que é um pseudônimo do dramaturgo Jeffry P. Freundlich.
     Dexter Morgan trabalha como analista de borrifos no departamento de polícia do Condado de Miame- Dade, e tem como hobby matar pessoas, mas segue fielmente o "Código de Harry". Harry, pai adotivo, que era um policial, entendendo que ele não iria conseguir ceder aos seus impulsos, fez Dexter prometer-lhe matar só pessoas que cometeram crimes e que a justiça não puniu, mas ele tinha que ter certeza, coletar provas. Nunca matar um inocente!
    Ao longo da estória você vai ver muito a expressão Passageiro das Sombras (ou Passageiro das Trevas) que é assim que ele chama a "voz" interior, aquilo que o faz sentir a necessidade de matar, e também ajuda-o muito com sua irmã. Deborah Morgan é filha biológica de Harry e trabalha como policial no mesmo departamento de polícia de Dexter, ele a ajuda nas cenas do crime dando alguns palpites, que na maioria são certeiros, sobre como o assassino operou e o porquê, mas ela não sabe do passatempo preferido do seu querido irmão.
     Um dos pontos principais do Código é não ser descoberto, assim sendo, Dexter teve que aprender a se misturar com as pessoas envolta, e para ajudar nesse disfarce, namora com Rita, uma mulher que, juntamente com seus filhos, sofreu muito com seu ex-marido. Dexter adora crianças e se dá muito bem com os filhos dela, Astor e Cody. Além de ter que se misturar teve que aprender a pensar como um policial, limpar as cenas do crime de um jeito impecável, para que não deixe nenhuma prova.
     Em cada livro ocorre um tipo de assassinato diferente, mas há uma interligação entre os livros, por isso, é importante ler na ordem. De vez em quando há flashbacks, tanto de Harry instruindo Dexter quanto de algumas partes de casos já passados.
     Na minha opinião a série só começa a ficar realmente interessante a partir do quarto livro e um ponto negativo em todos os livros são os erros, tanto ortográficos como de concordância. A revisão foi algo que deixou muito a desejar! Mas em geral a estória é bacana. De uma certa forma Dexter, mesmo sendo um serial killer, consegue nos conquistar. Ele é realmente o Serial Killer mais adorado de todos os tempos!

A ordem de leitura é:

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.