Resenha do livro: Harry Potter e o Cálice de Fogo


Título Original: Harry Potter and the Goblet of Fire
Nome da Autora: J.K.Rowling
Número de páginas: 553
Editora: Rocco
Nota pessoal: 5/5


     Harry, novamente em suas férias de verão, está tendo sonhos estranhos e sua cicatriz começa a doer. Ele é convidado a passar o resto de suas férias com os Weasley e, junto deles e de Hermione, vai para a Copa Mundial de Quadribol, tudo está maravilhoso até que os comensais da morte aparecem destruindo tudo e a Marca Negra - marca de Você-Sabe-Quem - é conjurada depois de 13 anos e isso causa um enorme tumulto no mundo mágico.
    Quando chegam em Hogwarts  descobrem que a escola vai sediar o Torneio Tribruxo, esse torneio reúne as três maiores escolas de magia e bruxaria da Europa - Hogwarts, Durmstrang e Beauxbatons - cada escola é representada por um aluno - nesse ano foi proibida a participação de menores de 17 anos- e esses têm que passar por três provas que requerem conhecimentos mágicos e não-mágicos, é uma competição muito perigosa que às vezes causa morte. E foram apresentados ao novo professor de Defesas Contra as Artes das Trevas, um auror, Alastor Moody - Olho-Tonto Moody. 
    Os campeões do Torneio eram escolhidos pelo Cálice de Fogo -Cálice no qual foram depositados os nomes de quem queria participar da competição, um objeto que não é possível enganar- e os campeões de cada escola, respectivamente, foram Cedrico Diggory, Vítor Krum e Fleur Delacour mas inesperadamente um quarto papel saiu do cálice, no qual estava escrito o nome de Harry e este teve a obrigação de participar do Torneio.  Durante o Torneio temos o Baile de Inverno o qual é realizado para aproximar as três escolas, esse baile aflorou sentimentos entre alguns alunos...


    Gente, o quarto livro da saga é definitivamente o meu livro preferido, é o que eu mais rio, posso ler várias vezes mas Harry Potter nunca perderá a graça para mim.


Quote: " Babuínos Bobocas Balbuciando em Bando"

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.