Resenha do livro: A garota que tinha medo

  Título Original: A garota que tinha medo
  Nome do Autor: Breno Melo
  Número de Páginas: 280
  Editora: Chiado
  Nota Pessoal: 5/5

    Marina é uma pré-universitária, muito pressionada pela mãe que não a deixa sair para que fique estudando, mas ela ama fotografias e fica de madrugada na Internet atualizando a sua conta do Flickr e em salas de bate-papo, onde conhece Júlio.
    Uma nova fase de sua vida está começando. Ela consegue entrar na Universidade que queria, está no começo de um namoro e está fazendo novas amizades até que o primeiro ataque vem...
    Ela não consegue entender o que está acontecendo, aquela sensação horrível de medo mas não sabe de quê. Tudo começa a desandar, até que é diagnosticada com Síndrome do Pânico, fica alarmada com a situação na qual se encontra.

    O livro é narrado em primeira pessoa. Ela conta tudo o que sente e o que passa por causa da síndrome, preconceitos e aceitações, alegrias e tristeza. Adorei muito o livro e me identifiquei um pouco com a Marina, a pressão para a entrada na faculdade e o fato de ela também ter um blog literário me fez ficar mais íntima dela. Sofri e me alegrei por cada acontecimento de sua vida.
    A Síndrome do Pânico é um assunto pouco falado e que muitos a desconhecem, eu mesma nunca tinha ouvido falar até o primeiro contato do Breno, o qual agradeço muito pela oportunidade da leitura. Eu realmente indico esse livro a todos que desejam saber um pouco sobre esse assunto e a quem tem ou convive com uma pessoa que tenha a síndrome, leia, você vai entender um pouco mais e é uma narrativa ótima.

Quote:"Quem supera seus medos é mais corajoso que aquele que nunca os teve ou jamais os enfrentou."

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.