Resenha do livro: A Sereia


  Título Original: The Siren
  Nome da Autora: Kiera Cass
  Número de Páginas: 328
  Editora: Seguinte
  Nota Pessoal: 5/5

Sinopse:
Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, precisa usar sua voz para atrair as pessoas para se afogarem no mar. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo o que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar pois a voz da sereia é fatal , logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, Kahlen será obrigada a abandonar Akinli para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, ela está determinada a seguir seu coração.


    Além da voz das sereias, essa capa também nos encanta e como em todos os livros da Kiera, A Sereia é uma leitura fácil e prazerosa. 
     A Água tem uma certa fome por pessoas e que se houver poucos acidentes, naturais ou não, ela necessita forçar um naufrágio e para isso utiliza as sereias. São moças para as quais a Água oferece duas opções: Morrer afogada ou viver e servir a Ela durante 100 anos. A moça tem que ser solteira e não ter filhos para que Ela a aceite. A Água é de certa forma uma mãe para elas, mas é temida por ser rígida e ciumenta.
     A regra básica entre elas é não falar perto de um humano pois ele será encantado por uma simples palavra e irá imediatamente de encontro com a Água. Quando os 100 anos acabam, a sereia tem o controle de sua vida de volta, mas não lembra nada do tempo decorrido ao dia da 'libertação'. Então suas irmãs sempre ajudam nesse novo começo.
    Vi muitas críticas negativas sobre esse livro e fiquei com receio de comprá-lo, mas comprei e não me arrependi. Apaixonei-me por Kahlen e suas irmãs e por conseguirem superar tudo. A vida de sereia não é tão fácil como imagina-se e há certas regras.
   Essa sem dúvidas foi uma ótima aquisição, além de um maravilhoso livro, ganhei um belo marcador rsrs, igualmente em A herdeira, na orelha da capa de trás há um marcador para destacarmos.      


Quote: "Um sentimento estranho e fervilhante começou a subir pelo meu peito. Eu tinha dezenove anos fazia muito tempo e já havia observado muitos garotos dessa idade. Sabia que normalmente os romances eram muitos e fugazes, então essa atenção não duraria. Ainda assim era um sentimento mágico, e fiquei grata mais uma vez por aquele garoto que eu mal conhecia." (pág. 61)

Compartilhe!

Comente este post!

    Comentários

0 comentários:

Postar um comentário

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.