Resenha do livro: Reconstruindo Amelia

   Título Original: Reconstructing Amelia
   Nome da Autora: Kimberly McCreight
   Número de Páginas: 352
   Editora: Arqueiro
   Nota Pessoal: 4/5


    O livro é divido entre capítulos com flashbacks de Amelia antes do suicídio, de Kate antes de ter Amelia e do presente de Kate depois da morte de Amelia. Também apresenta posts do Facebook de Amelia, posts do GrAcIoSaMENTE e conversas trocadas por SMS entre Amelia e outros personagens importantes da trama.
    Na escola de Amelia, mesmo sendo proibido, existem clubes e estes muitas vezes podem causar males irreversíveis. A adolescência é um período em que muitas coisas podem acontecer, é o período da paixões, das grandes decisões. E com Amelia, não é diferente. Sua mãe é muito ausente, vive para o trabalho e acima de tudo é uma mãe solteira, e ela não conhece seu pai.
    Depois de sua morte, Kate recebe uma mensagem dizendo que sua filha não pulou do telhado da escola. Que ela não se suicidou. Kate, que já não acreditava na tese de suicídio, foi atrás de investigar mais a fundo e descobre mais sobre sua própria filha e fica chateada por outros saberem mais sobre ela do que a própria mãe.

    O livro é bastante envolvente, há muitas reviravoltas. Pensei que a estória seria diferente, que teria outro desfrecho mas fui surpreendida de uma forma boa. É uma estória para qualquer adolescente ler e aconselho para adultos também, principalmente àqueles que têm filhos jovens. Apresenta reflexões sobre o quanto você acha que conhece seu filho e o quanto você realmente sabe sobre ele. Uma coisa que não gostei foi porque teve muitos furos, muitas coisas não foram explicadas.

Quote: "Há muitas definições para a palavra idiota no dicionário. Não seja mais uma."

Compartilhe!

Deixe seu comentário!

2 comentários:

  1. Muito legal essa postagem. Uma ótima provocação sobre o que julgamos saber sobre os outros. ^^
    Reconstruindo Amelia já está na minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Ronnison :) Você não vai arrepender de lê-lo.

      Excluir

Dávila Vasconcelos. Tecnologia do Blogger.